26 abril 2012

Dica Quente: Usar o sensor Kinect para manipular o ArcGIS Explorer


Fonte: Esri blog/Gis education community
O Microsoft Xbox 360 Kinect é ums das mais poderosas interfaces naturais para dispositivos criado até hoje. Sua câmera infravermelha produz dados de movimento 3D de qualquer coisa em frente à ele e acoplado com uma webcam e microfone quadraphonic padrão capturam imagem e som.

O que você talvez não saiba é que o Kinect pode ser conectado ao seu computador e ser usado como um dispositivo de interface!

Pense em jovens estudantes ativamente controlando o globo 3D do ArcGIS Explorer Desktop - Investigando a Terra enquanto move braços, pernas e torso para dirigir os dados de navegação, visualização, ou realizar uma análise. Que maneira interessante para envolver jovens, estudantes, e o público em geral.

A Equipe de educação da ESRI liguou o Kinect a um laptop com Windows 7 para controlar o ArcGIS Explorer Desktop! Para obter a configuração do ambiente, usaram as recomendações do Instituto USC Tecnologias Criativas. Esta configuração requer a instalação de um conjunto de drivers e executar o conjunto de ferramentas FAAST. Basicamente, FAAST permite que você crie um mapeamento entre os movimentos Kinect detectados no corpo com as teclas do teclado. Então, quando eu levanto o meu braço direito, o globo gira à direita!

Como fazer para montar seu conjunto? 

  • -Adquirir um Xbox 360 Kinect ou se você tem um Kinect, é só pegar uma fonte de alimentação externa USB.
  • -Localize um computador com Windows 7, Explorer ArcGIS Desktop, e uma porta USB livre.
  • -Visite o site do Instituto de Tecnologias Criativas USC para instalar os drivers e configurar o Kinect.
  • -Crie o seu próprio arquivo de mapeamento ou você pode começar com o um arquivo de mapeamento simples.
  • -Lembre-se, estas etapas podem exigir um pouco mais de "habilidade tecnológica" além do kit opensource de ferramentas FAAST da USC. Use por sua conta e risco.


Poste abaixo se você obteve êxito na configuração...nos deixe saber mais sobre detalhes que podem ter passado desapercebidos..

Fonte:  Tom Baker, Gerente de Educação Esri, clicando aqui, adaptado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine: